_INSTALAÇÃO

A partir de 2000 Vieira centra a sua intervenção na arte digital e na instalação, distribuida por projetos bem definidos: os primeiros, focalisados na fotografia e na internet, entre os quais se destacam o UAVM - Unknown Artist Virtual Museum (2008), o Fake Festival (2010) e a Web Biennial (2012). A instalação surge associada às Pinturas Brancas de 1992, e desenvolvida no seios de projetos posteriores como o Unknown Artist (2005-12) e Rompeschiena (2013-18).
Em projetos recentes, o vídeo e a vídeo instalação ocuparam o centro da sua intervenção, nomeadamente na fase final de Rompeschiena, Mister Du (2017-18) e Alnirus (2019-20).
A fotografia, nestes projetos, sempre foi uma dos elementos fundamentais, seja na produção como na divulgação na internet.

+ info: Instalações (1992-2006)



"Bate Leve Levemente", 19942005

"The Painter", 20022005

"Franciscans", 20132005

"White Gobelins", 2014005

"White Ant Story Talle", 20152005